Notícias Notícias

Inscrições para Prêmio Gilberto Velho Mídia e Drogas começam em agosto

21.07.14 | Notícias

Profissionais de veículos impressos e de internet brasileiros podem inscrever  seus trabalhos no Prêmio Gilberto Velho Mídia e Drogas, o primeiro do país dedicado ao jornalismo relacionado à políticas e legislação sobre drogas, a partir de  18 de agosto. O Prêmio é uma iniciativa do Centro de Estudos de Segurança e Cidadania (CESeC) da Universidade Candido Mendes, com apoio da Open Society Foundations,  e pretende estimular o debate público sobre esses temas no Brasil.

Idealizadora do Prêmio, a socióloga Julita Lemgruber, coordenadora do CESeC, acredita que a iniciativa estimulará a publicação de trabalhos jornalísticos de qualidade, que avancem além do relato de ações policiais de repressão ao uso e venda de drogas no Brasil para valorizar o tema dos direitos humanos: “O noticiário dá grande ênfase às ações policiais, prisões e atos de violência relacionadas ao combate a traficantes. Precisamos ampliar, por exemplo, a discussão sobre a necessidade de expandir os programas de redução de danos do uso problemático de drogas e sobre os resultados das atuais políticas públicas que lidam com a questão”,  acredita a socióloga.

Pesquisadora do sistema de justiça criminal, ex- Ouvidora de Polícia (1999) e ex-diretora do Departamento do Sistema Penitenciário do Rio de Janeiro (1991 a 1994),  Julita destaca que a população carcerária do Brasil  triplicou nos últimos 15 anos e que o número de presos  por tráfico de drogas triplicou nos últimos cinco anos.  “Está claro que a guerra às drogas fracassou. Esta política equivocada tem enchido as cadeias de pequenos traficantes e deixado um saldo de violência e corrupção. Está na hora de rever com urgência as políticas e a legislação na área de drogas“, diz.

Homenagem ao antropólogo carioca Gilberto Velho (1945-2012), o Prêmio vai escolher reportagens que demonstrem apuro, abrangência, capacidade investigativa e originalidade na abordagem das políticas públicas na área das drogas e sua relação com a sociedade.  A partir de 18 de agosto, as inscrições poderão ser feitas até 22 de outubro de 2014 pelo site do Prêmio. Serão aceitas as reportagens publicadas de 1 de janeiro a 18 de outubro de 2014.

Um júri de cinco integrantes escolherá os vencedores do primeiro e do segundo prêmios, que receberão, respectivamente, R$ 7 mil e R$ 3 mil. Os jurados reunirão um representante do Centro de Estudos de Segurança e Cidadania (CESeC); um representante da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji)  e outros três profissionais, entre jornalistas de experiência comprovada e especialistas com reconhecido saber nos vários aspectos relacionados à legislação,  ao uso e às políticas de drogas.

Serão considerados pelo júri o ineditismo das informações divulgadas; a compilação de fatos, exemplos e dados que contribuam para desafiar ideias pré-concebidas em relação ao tema das drogas; abordagens que demonstrem a relação entre direitos humanos e políticas de drogas; a diversidade de fontes e ângulos na interpretação dos dados e na análise dos temas tratados; e a qualidade do texto.