Edição 2014 Edição 2014

Na sua primeira edição a entrega do Prêmio Gilberto Velho Mídia e Drogas, primeiro do gênero dedicado ao tema no Brasil, ocorreu durante o seminário “Drogas: Legalização + Controle”, em  24 de novembro, no Rio de Janeiro. O evento, promovido pelo ramo brasileiro da Law Enforcement Against Prohibition (LEAP) – a Associação dos Agentes da Lei contra a Proibição (LEAP BRASIL) –, em parceria com o Fórum Permanente de Direitos Humanos da Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro (EMERJ), reuniu mais de 200 pessoas e profissionais e estudiosos de segurança pública, direito e drogas. Veja abaixo os vencedores:

1º colocado

Tarso Araujo, Superinteressante

Tarso-Araujo-224x300O primeiro colocado da primeira edição do prêmio foi o jornalista Tarso Araujo, pelas reportagens “O Começo do Fim” e “Tarja Verde”, publicadas pela revista Superinteressante na edição de fevereiro de 2014, e por seu trabalho dedicado a promover a discussão sobre políticas de drogas no Brasil. A reportagem “O Começo do Fim” trata da legalização da maconha no Uruguai e a reportagem “Tarja Verde” aborda a importância e urgência da legalização da maconha medicinal no Brasil.


Leia a Matéria




2º colocado

Emiliano Urbim, O Globo

emilianoO segundo lugar ficou com Emiliano Urbim, pela reportagem “Médicos sem Fronteiras”, publicada pela revista O Globo no dia 12 de outubro de 2014. A reportagem revela a existência de uma rede secreta que produz e distribui gratuitamente maconha medicinal.


Leia a Matéria



Menção Honrosa

Denis Burgierman, Superinteressante

denisDenis Burgierman, editor da revista Superinteressante, foi escolhido como menção honrosa, pela reportagem “Crack – Tudo o que sabíamos sobre ele estava errado”, publicada pela revista na edição de julho de 2014. A reportagem desmistifica o crack e relaciona os hábitos de uso e abuso da droga a problemas sociais.


Leia a Matéria